NOTÍCIAS
 
 
22/05 Segunda-Feira Evento anterior: ! Evento anterior: !
 
 
Homenagens, estreia, debates e oficinas encerram a Mostra de Teatro Tiradentes em Cena
 
 

Amir Haddad promove palestra, Thammy Miranda estreia peça e público terá debates e oficinas até o dia 27 de maio, quando encerra a mostra. 

 

A segunda semana da Mostra de Teatro Tiradentes em Cena será agitada. Depois de abordar temas como raça e religião, questões de gênero, feminismo e sexualidade, virão à tona mais peças, debates e outros encontros. Na terça-feira, às 19h, as histórias de indivíduos com transtorno mental, seu dia a dia e particularidades serão retratadas na peça “Queira ou não estamos ai”, criado por Fabricio Sereno, de Ubá. Na quarta-feira, às 19h, o ator Alexandre Lino leva para o SESI Tiradentes – Centro Cultural Yves Alves o espetáculo Lady Christiny. A história da travesti casada com uma mulher e pai de dois filhos faz parte do trabalho de teatro documental de Lino. A direção é de Maria Maya.

A quinta-feira ficará por conta do Coletivo “Os Conectores”, de Belo Horizonte, que a partir de histórias dos próprios atores, desenvolveram o espetáculo “Rosa Choque”, dirigido por Cida Fallabela. Após a apresentação, haverá debate sobre igualdade de gêneros. Ainda na quinta-feira, às 21h30, o Sobrado Aimorés recebe o espetáculo “Plástico Bolha: quando a ausência é a única presença”, terceiro trabalho do Corpo Coletivo de Juiz de Fora, com direção de Hussan Fadel e no elenco Vinicius Cristóvam e Carú Rezende.

O último final de semana da mostra começa com o espetáculo infantil “Estórias de Piratas”, concebido pela Trupe Ventania, com direção de Maurílio Romão, e que se apresentará em algumas escolas públicas da zona rural de Tiradentes. Às 18h, o Theatro Municipal de São João Del Rei recebe a segunda edição do Festival de Cenas Curtas, uma iniciativa do Tiradentes em Cena com a Rococó Produções, onde dez grupos apresentam cenas de até 10 minutos. Os vencedores se apresentam sábado, no encerramento da mostra.

Sexta-feira é dia da aguardada estreia nacional do espetáculo T.R.A.N.S – Terapia de Relacionamentos Amorosos Neuróticos Sexuais, que traz no elenco Thammy Miranda, Andressa Ferreira e Carlos Verahnnay, que também assina o texto e direção da peça.

A mostra encerra no sábado com uma intensa programação, que começa às 10h, no Chafariz, com a apresentação do espetáculo “Torta e Mosca Morta”, de Bemvinda Dangelo e Gustavo de Sousa, de São João Del Rei.  Em seguida, às 11h, os jovens moradores do bairro da Mococa recebem a Oficina Danças Urbanas, com a Cia. Fusion, de Belo Horizonte. Às 14h, Alexandre Lino, Thammy Miranda, Carol Braga e Vinicius de Carvalho participam da Cena Encontro “Teatro e Cultura Trans”, no Sobrado Aimorés. 

Amir Haddad, grande homenageado da quinta edição do Tiradentes em Cena, leva para o jardim do SESI Tiradentes – Centro Cultural Yves Alves a palestra “O Circo Etéreo de Amir Haddad”, dentro da Roda de Conversa, uma parceria cultural do Tiradentes em Cena com o SESC em Minas.

O casal de atores Roberto Bomtempo e Miriam Freeland, grandes incentivadores da mostra desde a primeira edição, ocupam o SESI Tiradentes – Centro Cultural Yves Alves com o bem sucedido espetáculo “Casa de Boneca”, às 19h. A mostra encerra em grande estilo no Largo das Forras com o espetáculo.

CONFIRA O QUE ACONTECEU ATÉ AGORA NA MOSTRA

Nenhum contratempo foi capaz de tirar o brilho e a graça do show de abertura do 5o Tiradentes em Cena, com um dos homenageados do Festival, o compositor, instrumentista, cantor e ator Maurício Tizumba, que regeu, com maestria ímpar, o seu rítmico e encantador grupo de percussionistas, o Tambor Mineiro. Nem mesmo a chuva forte e insistente, que impediu que o espetáculo acontecesse no Largo das Forras, foi capaz de tal façanha. Transferido para a tenda do Spasso – Escola de Circo, no Parque das Abelhas, o espetáculo de abertura contou com um público alegre e entusiasmado, que foi prestigiar o lançamento do evento e acabou sendo testemunha de uma noite que transbordou poesia, sonoridade, ritmo, balanço e harmonia. Foi na cadência do violão de Tizumba, no vigor marcante de sua voz e no batuque sublime de sua orquestra de tambores que começou o Tiradentes em Cena 2017.

A primeira atração de sábado foi Érika Machado, com o espetáculo Superultramegafluuu, que deslumbrou a meninada e fascinou papais e mamães que se esbaldaram com o musical infantil de Érika, no Teatro do Sesi Tiradentes – Centro Cultural Yves Alves.

Na sequência, foi a vez de Beth Zalcman e Simone Kalil entrarem em cena para arrasar nas peles das imigrantes Ester e Marion, na humorada e formidável peça Brimas. O Sobrado Aimorés ficou pequeno para acomodar as 110 pessoas que deliraram com o espetáculo. Mesmo com portas e janelas fechadas, podia-se ouvir de qualquer canto da rua Direita as risadas e aplausos de uma respeitável plateia. A energia foi tão boa que os deuses do tempo colaboraram com a cultura mineira e mandaram abrir os céus para a apresentação do compositor e cantor Gilbert Salles acompanhando o poeta e performer pernambucano Luciano, que veio abrilhantar ainda mais o festival com sua Ciranda Orgânica. No auge do espetáculo, o público foi para frente da banda e, guiados pelo poeta de Olinda, formaram uma grande ciranda de roda.

Embora com um sol acanhado, o domingo amanheceu com o tempo estável, o que permitiu que a Oficina de Birutas, com o divertidíssimo e engajado Café com Birutas, acontecesse ao ar livre, no Largo da Igreja do Rosário. A oficina coloriu os céus de Tiradentes e encantou crianças e adultos. No final da tarde, foi a vez da trupe de A Lenda do Vale da Lua sair em procissão pela rua Direita até alcançar o mesmo Largo do Rosário, onde eles se apresentaram ao ar livre pela primeira vez. Fechamos o domingo com chave de ouro com a apresentação de “A paixão segundo Shakespeare”, de Jota Dângelo, com direção de Pedro Paulo Cava. Ingressos esgotados, teatro lotado, mais uma vez o público do Tiradentes em Cena aplaudiu de pé essa deslumbrante, emocionante, bela e poética montagem que reúne alguns dos melhores atores da capital Mineira. 

A realização do evento ganhou força graças à solidificação das parcerias com empresas locais, apoiadores e patrocinadores, bem como a colaboração dos atores e produtores envolvidos que participam do evento. O Festival é realizado com os benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e conta com o patrocínio da Cemig.

 
 
Clique para voltar
 
    OUTUBRO | 2017    
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
 
22/05 Seg

10 horas
 
PROGRAMAÇÃO
 
Download!
 
Download PDF
 
 
MÍDIAS SOCIAIS
 
Siga-nos no instagram
Siga-nos no flickr
Siga-nos no youtube
Siga-nos no Facebook
Siga-nos no Twitter
Faça parte da nossa mailing-list
 
 
 
IV Mostra de Teatro de Tiradentes © 2013-2017 todos os direitos reservados
Notícias Fotos Releases Clipping Credenciamento
Galeria de fotos Flickr Instagram
Sobre a mostra Créditos 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição 4ª Edição
Sobre Tiradentes Parceiros
Adulto Infantil Intervenções Oficinas Outros